PERGUNTAS E RESPOSTAS

Confira as respostas para as dúvidas mais freqüentes a respeito da Bone Heal.

Bone Heal® é uma película usada como barreira onde se deseja obter regeneração óssea guiada
Bone Heal® é uma película constituída 100% por polipropileno, com tratamento de superfície ativador de suas propriedades bio-químicas.
Bone Heal® está indicada para ser usada em todos os casos pós-exodontias, independentemente da causa, principalmente quando houver perda de parede alveolar.
Bone Heal® pode ser usada quando se deseja obter regeneração óssea guiada em casos de fenestrações ou perda de paredes ósseas após exodontias. BoneHeal®, pode também ser usada juntamente com implantes imediatos. Nestes casos, é preciso que haja espaço entre BoneHeal® e a superfície do implante para que haja a formação e manutenção do coágulo sanguíneo. Quanto maior for este espaço, maior será a quantidade óssea formada. Nas comunicações buco-sinusais imediatas ou mediatas, sem processo infeccioso agudo. Nas apicectomias, curetagens periapicais e enucleação de cistos.
Bone Heal® isola a área a ser regenerada, exercendo a função de uma barreira mecânica, permitindo a manutenção do coágulo sanguíneo no espaço compreendido pelo defeito ósseo, onde células mesenquimais pluripotentes, capazes de gerar tanto tecido ósseo quanto tecido fibroso, exerçam suas atividades.
A manipulação de Bone Heal® deve obedecer à técnica cirúrgica asséptica e de preferência por Cirurgiões-Dentistas que dominem as técnicas regenerativas das cirurgias orais, pois o uso inadequado da barreira poderá resultar em insucesso quanto aos objetivos pretendidos.
Não adicione nenhuma substância à superfície de Bone Heal®. BoneHeal® vem pronta para ser usada, com sua superfície especificamente tratada para permitir a proteção do coágulo. Apenas remova da embalagem interna com uma pinça estéril e faça as adaptações de acordo com o defeito a ser regenerado. A utilização de uma substância para hidratar a mesma poderá interferir e comprometer o resultado final da regeneração.
Bone Heal® apresenta fácil manuseabilidade. Faça as adaptações recortando Bone Heal® com tesoura, a fim de obter o formato que consiga recobrir totalmente o defeito a ser regenerado. É importantíssimo que quando da colocação de Bone Heal® sobre o defeito a ser regenerado, haja sangue suficiente para preencher o espaço entre Bone Heal® e o defeito ósseo.
Bone Heal® deverá sempre isolar totalmente a área a ser regenerada, ultrapassando cerca de apenas 2 ou 3 milímetros, além das margens do defeito. Não é preciso grandes retalhos cirúrgicos para que Bone Heal® permaneça sobre o defeito ósseo.
Esta é uma das principais características que diferencia Bone Heal® de outros materiais usados até hoje como barreira não absorvível. Bone Heal® foi projetada e é preparada para ser deixada INTENCIONALMENTE EXPOSTA AO MEIO BUCAL.
Bone Heal® poderá ser removida entre 7 a 14 dias, embora possa ser removida após esse período por não permitir o acúmulo de placa bacteriana em sua superfície.
Quando Bone Heal® for removida, deverá estar presente um tecido altamente vascularizado. Esse tecido faz parte das primeiras fases da regeneração. Está constituído por um tecido de granulação que em aproximadamente 20 dias será substituído por tecido conjuntivo e posteriormente, tecido ósseo.
NÃO. Os retalhos cirúrgicos deverão permanecer distantes entre si. Este espaço será responsável por manter o coágulo acumulado e protegido. Se houver alguma tentativa de fechamento em primeira intenção, a barreira poderá se dobrar, comprimindo o coágulo e comprometendo o resultado.
Não, a não ser que o paciente tenha uma hiper-sensibilidade na região. Bone Heal® é removida apenas com uma pinça estéril, delicadamente, puxando-a no sentido vertical.
Não. Este tecido acha-se organizado de tal forma que não há o risco de se desprender a menos que se manipule a área com esta intenção
O paciente deverá ser orientado para não praticar exercícios físicos enquanto Bone Heal® não for removida. Deverá ser orientado para não tocar na área da cirurgia e nem exercer pressão mastigatória nesta região. Deverá ser orientado para fazer bochechos delicados com gluconato de clorexidina a 0,12% a cada 8h até quando Bone Heal® for removida, o que deverá acontecer após 7 a 14 dias da sua colocação.
Da mesma forma que o pós-operatório imediato, o paciente deverá ser orientado para não tocar na área onde estava a barreira e nem exercer pressão mastigatória nesta região. Exercícios físicos poderão ser praticados 3 dias após a remoção de Bone Heal® se o Cirurgião-Dentista julgar conveniente. O paciente deverá ser orientado para continuar com bochechos delicados com gluconato de clorexidina a 0,12% por mais 7 dias.
Os provisórios podem ser colocados desde que não exerçam pressão sobre Bone Heal®.
É conveniente que durante a permanência de Bone Heal® na cavidade bucal e pelo menos 7 dias após sua remoção, o paciente evite o uso do fumo.
Trate a infecção de acordo com o que já está estabelecido para estes casos. Quando o processo se tornar crônico ou estiver ausente, o que deverá acontecer em aproximadamente entre 07 e 15 dias, em média, remova todo o tecido de granulação existente através de curetas específicas para essa finalidade. Quando o defeito estiver totalmente preenchido com sangue utilize a barreira regenerativa Bone Heal® de acordo com a descrição da técnica.
Não. Apenas sangue deverá preencher o espaço entre o defeito e Bone Heal®. O sangue tem propriedades únicas para regenerar tecidos, e o Bone Heal® otimiza estas propriedades.
Não. BoneHeal® deverá ser mantida em posição apenas envolvida parcialmente pelos retalhos vestibular e lingual/palatino.
Bone Heal® possui duas propriedades importantes para se manter em posição: Sua consistência e sua superfície interna. Sua consistênica permite a formação de um arcabouço que vai abrigar em seu interior todo o conteúdo sanguíneo aprisionado. Este arcabouço se mantém desde o momento da colocação de Bone Heal® até o momento da sua remoção, independentemente do tempo que Bone Heal® ficar na cavidade bucal. A segunda propriedade, relacionada à rugosidade de sua superfície interna, permite uma íntima relação com o tecido de granulação originário do coágulo formado em seu interior. Assim, Bone Heal® permanece estável.
Não. Por essa razão é facilmente removida, independentemente do tempo que permanecer na cavidade bucal.
Não. Bone Heal® passa por um rigoroso e controlado tratamento de superfície, que lhe confere propriedades regenerativas exclusivas. Essas propriedades são alteradas se qualquer manobra fora daquelas praticadas durante sua fabricação for realizada. Dessa maneira, não reutilize sobras. Inutilize-as.
SIM. Em se tratando de pequenas correções, numa mesma abordagem cirúrgica, num mesmo paciente, onde apenas uma unidade de Bone Heal® seja suficiente, você poderá dividir Bone Heal® para correção de todos os defeitos simultaneamente.
Não. Em nenhuma hipótese utilize uma mesma unidade de Bone Heal® em diferentes pacientes. Além da perda das propriedades regenerativas, o risco de infecção cruzada é aumentado. Cada unidade de Bone Heal® é acompanhada de uma etiqueta que contém todos os dados referentes ao controle do processo de fabricação. Esta etiqueta deverá ser anexada ao prontuário do paciente para eventual rastreamento.
Independentemente da causa, Bone Heal® está indicada após as exodontias. A menos que se trate de um procedimento de urgência, como por exemplo nos casos de traumatismo, os pacientes portadores de doença periodontal deverão ser submetidos a tratamento periodontal básico antes de se usar Bone Heal®.
Não. Instrumentos utilizados normalmente em cirurgias como pinças, curetas, tesoura e demais instrumentos com os quais o Cirurgião está acostumado poderão ser usados, desde que permitam a correta manipulação de Bone Heal®.
Bone Heal® é apresentada em um único tamanho: 30mm x 40mm, mais que o suficiente para regeneração de defeitos com extensão de até 3 exodontias simultâneas
Como todos os produtos da INP Biomedical, a Barreira Regenerativa Bone Heal® também está registrada na ANVISA sob número 10272310018
Não existe até o momento nenhum material no mercado interno ou externo que reúna em um só produto todas as características e benefícios encontrados na Barreira Regenerativa Bone Heal®.
Bone Heal® apresenta consistência, manuseabilidade e resistência incomparáveis. Todavia, é facilmente recortada com tesoura.
Bone Heal® pode ser usada com qualquer tipo de fio de sutura, absorvível ou não.
Preferentemente Bone Heal® deve ser usada imediatamente após a exodontia. Entretanto, poderá ser usada a qualquer tempo após a exodontia. Aconselhamos que Bone Heal® seja usada no menor intervalo de tempo possível após a exodontia.
Sim. É a região ideal para inserir o implante e é onde proteticamente se consegue os melhores resultados, tanto do ponto de vista estético quanto funcional.
Desde que a estabilidade primária do implante seja conseguida Bone Heal®, está indicada. Nesses casos, as diástases/gaps entre a superfície do implante e as paredes do alvéolo são geralmente grandes. Não há necessidade de se usar qualquer enxerto ou implante de biomaterial para preenchimento dos gaps. É importante e fundamental que ao inserir o implante, todo o alvéolo esteja preenchido com sangue.
Quando for usada com implantes imediatos onde não será colocado provisório imediato, deverá sempre ser colocada sobre o cover-screw ou tapa-implante.
Não há necessidade de se prender Bone Heal® com nenhum artefato, mesmo porque se o fizer, poderá atrapalhar a remoção depois do período recomendado de 7 a 10 dias.
Dentro dos objetivos a que se propõe o uso de Bone Heal® não há nenhuma indicação para que ela seja suturada nos retalhos cirúrgicos. Veja as formas mais corretas de sua aplicação na seção de artigos deste site!
Não. Bone Heal® não se degrada em meio aos tecidos. Mesmo em contato com a cavidade bucal ou totalmente recoberto por tecido conjuntivo frouxo. Assim, nenhuma substância que poderia interferir e comprometer o processo fisiológico da regeneração dos tecidos atinge a área recém-operada.
Desde que não haja violação da embalagem o prazo de validade de Bone Heal® é de 3 anos.
Depois de aberta a embalagem interna, de vidro, é recomendável que se utilize Bone Heal® em até 4 horas. Períodos maiores do que este, mesmo em ambiente limpo como um centro cirúrgico, pode acontecer contaminação de sua superfície e como consequência o insucesso no procedimento.
Bone Heal® é acondicionada em ambiente livre de partículas em suspensão no ar, garantindo uma superfície com total ausência de contaminantes, afim de que sejam mantidas todas as suas propriedades e características. Portanto, comece a trabalhar com Bone Heal® quando o local da cirurgia estiver pronto para iniciar as manobras de adaptibilidade.
BoneHeal® que foi removida da cavidade bucal, deve ser descartada em recipientes apropriados para acondicionar materiais contaminados e serem retirados por coleta específica.
As superfícies de Bone Heal® recebem tratamento que tornam suas superfícies diferenciadas. Por isso é recomendável usar Bone Heal® da maneira que ela vem embalada. A superfície côncava deve ser voltada para o tecido ósseo. A superfície convexa, mais lisa, deve ficar exposta ao meio bucal.
Bone Heal® é acondicionada de tal maneira que fica muito fácil sua manipulação e não há como confundir os lados, tornando seu uso praticamente intuitivo. Ela vem duplamente embalada e pré-curvada, facilitando sua instalação em qualquer defeito ósseo!
Está contra-indicado em áreas com processo infeccioso agudo e em pacientes que razões diversas, não possam ser submetidos a procedimentos cirúrgicos bucais.
Como contra-indicação relativa, podemos incluir os fumantes, pacientes com má qualidade óssea e má higiene bucal.
Cada caso deverá ser muito bem avaliado, uma vez que se trata de um procedimento cirúrgico especial.
Recomendamos a prescrição de Ibuprofeno 600mg na posologia de 1 comprimido a cada 8h por 3 a 4 dias desde que o paciente não apresente reações de hipersensibilidade ao medicamento. Este medicamento normalmente é bem tolerado pelos pacientes e além do poder analgésico possui ação anti-inflamatória. Se o paciente apresentar qualquer histórico de hipersensibilidade, analgésicos comumente usados nas cirurgias de exodontias de modo geral são suficientes.
A prescrição de medicação antibiótica vai depender do problema local e do quadro clínico geral do paciente. Se o paciente necessitar de antibióticos por razões sistêmicas, esta deverá ser obrigatoriamente feita. Caso a área a ser operada e o restante da cavidade bucal não apresentem sinais ou sintomas que indiquem a necessidade de terapêutica antibiótica, esta não precisará então ser realizada. Cabe ao cirurgião decidir os cuidados a serem tomados com os pacientes que irão ser submetidos aos procedimentos. Na dúvida, é aconselhável que se faça o uso de terapêutica antibiótica, de acordo com o estabelecido pela American Heart Association (AHA).
Central de atendimento

(11) 2351-3864
(11) 2351-3885
(11) 2083-0928
(11) 2083-2277
(11) 94512-2884

contato@boneheal.com.br

Segunda a Quinta das 8:00 às 17:30.
Sexta das 8:00 às 16:45.

Enviar mensagem >

Rua Izonzo, 165 2° andar SL. 1 - Sacomã - SP - CEP 04249-000